11MAR

Especialista em Visual Merchandising sugere decoração de lojas para a Páscoa

O clima de Páscoa já está no ar para a CDL Lajeado. A pouco mais de um mês para a data comemorativa, quem frequenta a sede da entidade é recepcionado por ovos, pirulitos e cenouras gigantes, todos confeccionados pelas funcionárias do local. Inspiradas no modelo de Venâncio Aires, elas utilizaram materiais como boias espaguete, canos de PVC, palha, festão, fibra, laços, tecidos e vasos para criar um ambiente que estimule os comerciantes da cidade a também enfeitarem suas lojas.

A proposta vem ao encontro do que defende o visual merchandising, o qual, segundo a especialista Renata Dias Martins, é responsável por organizar a exposição dos produtos e a disposição da estrutura física dentro de um ponto de venda, e que encoraja o uso de itens de decoração relacionados a datas comemorativas, independentemente do segmento de atuação. “É importante dizer que a Páscoa tem se tornado uma oportunidade de negócios para o varejo como um todo, uma vez que a decoração tem influência direta na compra”, ressalta.

Especificamente para o comércio, Renata aponta que a alternativa tradicional é a utilização de coelhos, ovos e demais itens que remetem à Páscoa de forma direta, mas sugere também o uso de vasos de cerâmica de barro com macela, adesivos ou pinturas customizadas nas vitrines e cestas em palha com produtos dentro. De acordo com ela, não existe regra única, pois cada ponto de venda possui características específicas, seja no espaço físico, mix de produtos ou proposta da marca, mas é preciso ter cuidado com o excesso de modo a não comprometer o equilíbrio entre decoração e ambientação. A especialista ainda destaca que o suporte de um profissional pode agregar na construção de um visual merchandising que diferencie a loja e deixe claro a ideia do negócio.

Mais notícias

1 2