06NOV

CDL Lajeado passa a divulgar índices mensais e perfil dos inadimplentes da cidade

A consulta à situação cadastral do consumidor é de extrema importância no momento da venda a prazo, pois pode indicar a probabilidade de o pagamento ser honrado. Da mesma forma, a inclusão dos inadimplentes em sistemas de proteção ao crédito contribui para a saúde financeira do negócio, aumentando as chances de quitação e evitando mais prejuízos ao comércio em geral. A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) Lajeado disponibiliza para seus associados consultas ao Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC) e, a partir deste mês, passa a divulgar para toda a comunidade os índices mensais e perfil dos inadimplentes da cidade obtidos junto ao banco de dados da Boa Vista Serviços. O objetivo é preservar os negócios locais e alertar consumidores para a compra consciente.

De acordo com esse sistema, no início do mês Lajeado possuía 58.750 CPF’s de pessoas maiores de 18 anos ativos na Receita Federal, dos quais 13.785 estavam com pelo menos uma restrição, o que equivale a 23,5% e é inferior aos 29,7% registrados no Rio Grande do Sul. Quanto ao perfil, os lajeadenses se diferem da tendência do Estado, onde 50,9% são mulheres e 13,07% têm entre 35 e 39 anos. Na cidade, a maioria são homens (50,3%) e está na faixa dos 25 a 29 anos (14,41%). Já a renda média é semelhante ao RS, estando entre um e dois salários mínimos. O relatório foi emitido em 05 de novembro.

Mais notícias